quarta-feira, janeiro 16, 2008

Ao meu encontro


Por entre o vazio e o nada
encontro-me a meio caminho
da estrada inconstante da vida
que percorro dia e noite sozinho

Nada busco
Nada espero
Nada me desperta a atenção
Sou mais um homem que caminha no deserto
Sem saber bem a direcção

Almejo alcançar o oasis
mas não tenho a sede para beber
a àgua de qualquer fonte
nada temo nem o morrer

Procuro-me e vou encontrando
o sentido e as razões para continuar
que nem um tolo no meio do deserto
debaixo de torrido sol a andar

E sigo assim meu caminho
na esperança de um dia alcançar
o tão desejado oasis
para que possa então repousar

1 comentário:

NETMITO-X-MULTIPLICITY disse...

ENCONTRAS DOS TEUS GESTOS AS PALAVRAS DA TUA VIDA....

Comenta:)